Empreender não tem idade – Estadão PME

Em matéria do Estadão PME, especialista elenca razões positivas para empreender depois dos 50 anos. Confira!

50+

EMPREENDER APÓS OS 50

A expectativa de vida está aumentando. Cidadãos de faixa etária mais avançada estão empreendendo cada vez mais. Mas quais são as diferenças básicas entre jovens e maduros empreendedores? É comum que trabalhadores sem emprego em idade mais avançada encontrem dificuldades para obter recolocação. Aqueles que não tenham um bom plano de aposentadoria privada ou simplesmente não queiram permanecer inativos são praticamente empurrados pelo mercado para o rumo do empreendedorismo. Há outras razões para empreender nessa fase da vida: alguns desses empresários haviam pesado riscos quando eram mais jovens e optado por uma vida menos atribulada, com empregos formais. Depois de encaminharem os filhos, dando-lhes educação que os embala profissionalmente, veem-se mais à vontade para assumir riscos.

INTERESSES ANTIGOS

Alguns empreendedores mais maduros se motivam com a aspiração de complementar a renda proporcionada pela aposentadoria ou desejam se ocupar com um tipo de loja ou empreendimento relacionado aos seus campos de interesse. E há os mais ambiciosos e inventivos, que patenteiam suas invenções e até inovam a indústria.

EXPERIÊNCIA ACUMULADA

Veteranos que empreendem após os 50 anos acumulam experiência prévia em cargos de gerência em empresas de terceiros. E há quem tenha empreendido nas décadas precedentes e queira dar mais uma cartada – que pode ser a derradeira. É a oportunidade de fazer uso de todo o manancial de aprendizado formado em anos e anos de trabalho. Não raro, esses valentes empresários têm contatos que podem ajudá-los a prosperar.

RESPEITABILIDADE

Há quem olhe com desconfiança um empreendedor que se lança nesse rumo em idade avançada. Mas há também clientes, concorrentes e investidores que os admiram e lhes dão crédito adicional. Essa respeitabilidade é dificilmente encontrada no mercado de trabalho mais convencional – nessa esfera, envelhecer, normalmente, é um processo entendido como sinônimo de piorar.

FEELING

Os veteranos não raro apostam em produtos e serviços demandados por seus companheiros generacionais. Esse feeling é um atributo praticamente exclusivo. Trata-se de um capital valioso, pois a população envelhece e esse mercado torna-se mais promissor com o mero passar do tempo.

Leia na íntegra no portal Estadão PME.

Conheça o Programa 50+ Empreendendo a próxima etapa da vida.

link_lampada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s